sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Acervo da Teologia

* Preexistencialismo / Definição


Ideia popular, chamada preexistencialismo, que preconiza que as almas das pessoas existem no céu muito antes dos corpos serem concebidos no ventre das mães, e que Deus depois traz a alma à terra, unindo-a ao corpo do bebê enquanto ele se desenvolve no útero. Mas essa tese não tem apoio de teólogos católicos nem protestantes, e se aproxima perigosamente das ideias de reencarnação encontradas nas religiões orientais. Além disso, não há sustentação para tal tese na Bíblia. Antes da concepção no ventre das nossas mães, simplesmente não existíamos. Não éramos. Logicamente, Deus perscruta o futuro e sabe que existiremos, mas isso é bem diferente de afirmar que já existíamos num tempo anterior. Tal ideia tende a nos fazer encarar a vida presente como transicional ou pouco importante, e nos faz pensar que a vida no corpo é menos desejável, e a geração e a criação dos filhos, menos importante. 

Wayne Grudem 

Objeções à teoria da preexistência

Podemos fazer as seguintes objeções à este pensamento:
  • Em primeiro lugar essa corrente ideológica é vazia de bases bíblicas e filosóficas (Berkhof);
  • Esse pensamento tem origem na visão dualista entre matéria e espírito, ensinado pela filosofia pagã; (Berkhof)
  • Se a alma é preexistente, e apenas um ato consciente de autodeterminação poderia explicar as deficiências morais do homem, como não temos a menor lembrança desse estágio? (Strong)
  • Se a alma é preexistente, mas não é consciente de sua existência nem pessoal para tomar decisões, ela deixa de explicar as deficiências morais do homem; (Strong)
  • A existência anterior não tem qualquer fundamento escriturístico;
  • Conflitante com a perspectiva bíblica sobre punição eterna; 

Portal Teologia & Missões  


Acervo da Teologia

About Acervo da Teologia -

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Subscribe to this Blog via Email :