sábado, 19 de setembro de 2015

Portal Teologia & Missões

Criatividade, Liderança & Motivação - Artigos e Palestras



. . . Nas palavras de Steve Jobs:

"A criatividade é simplesmente conectar as coisas. Quando você pergunta às pessoas criativas como elas fizeram alguma coisa, eles sentem-se um pouco culpadas, pois na verdade não fizeram de fato, apenas viram algo. Depois de um tempo a coisa ficou óbvia. Isso aconteceu porque eles conseguiram fazer a ligação entre as experiências que já tiveram e então sintetizaram coisas novas”.

“Há uma conexão profunda e significante entre arriscar e ser criativo e essa conexão muitas vezes é menosprezada”, escreveu Steven Kotler na Forbes. "A criatividade é o ato de criar algo a partir do nada. Ela requer expor publicamente aquelas apostas que fazemos primeiro em nossa imaginação. Essa não é uma tarefa para os tímidos. O tempo desperdiçado, a reputação abalada, o dinheiro investido de forma errada – todos esses fatores são consequências da criatividade mal-sucedida”.
Carolyn Gregoire

. . . Elas fazem as perguntas mais complexas.

As pessoas criativas possuem uma curiosidade insaciável – geralmente escolhem examinar profundamente a vida – e à medida em que vão envelhecendo, não deixam de ter curiosidade sobre a vida. Seja através de conversas intensas ou de reflexões solitárias, pessoas criativas olham para o mundo ao seu redor e querem saber por quê e como as coisas são do jeito que são.

. . . Elas observam as pessoas.



Devido à natureza observadora e à curiosidade sobre as vidas dos outros, pessoas criativas muitas vezes amam observar as pessoas – e talvez até gerem suas ideias a partir dessas observações.

"[Marcel] Proust passou praticamente toda a sua vida observando as pessoas e ele anotava essas observações, que acabavam saindo em seus livros”, diz Kaufman. "Para muitos escritores, observar pessoas é muito importante… Elas são observadoras perspicazes da natureza humana”.



"Pessoas criativas falham e aquelas que são muito boas falham com frequência”, escreveu o colunista da revista Forbes Steven Kotler em um artigo sobre a genialidade criativa de Einstein.




Tópico Pessoas Criativas:



. . . Pessoas criativas gostam de se expor a novas experiências, sensações e estados de espírito – e essa abertura prevê o resultado criativo de forma significativa.


"A abertura a novas experiências é o mais forte e confiável indicador da realização criativa”, afirma Kaufman. "Isso inclui muitas facetas diferentes, mas elas estão todas relacionadas: a curiosidade intelectual, busca por emoção, abertura aos sentimentos, abertura à fantasia. A coisa que une todas elas é um desejo pela exploração cognitiva e comportamental do mundo, tanto o seu mundo interior quanto o seu mundo exterior”.





Tópico Pessoas Criativas:

. . Um campo emergente da psicologia chamado de crescimento pós-traumático vem sugerindo que muitas pessoas conseguem usar as dificuldades da vida e os traumas da infância e juventude para o crescimento criativo. Especificamente, pesquisadores descobriram que traumas podem ajudar as pessoas a crescerem nas áreas de relacionamentos interpessoais, espiritualidade, apreciação pela vida, força pessoal e – o que é mais importante para a criatividade – a vislumbrar novas possibilidades na vida.
Carolyn Gregoire


Tópico Pessoas Criativas:

. . . O mundo é a ostra da pessoa criativa – elas veem possibilidades por toda parte e estão constantemente absorvendo informações que alimentam a expressão criativa. Como disse o escritor Henry James em sua famosa citação, um escritor é alguém para quem “nada se perde”.
Carolyn Gregoire


Tópico Pessoas Criativas:



"O autoconhecimento é de fato difícil para pessoas criativas, pois o ser criativo é mais complexo do que o não criativo”, afirmou Scott Barry Kaufman, psicólogo da New York University que passou vários anos pesquisando a criatividade, em entrevista ao The Huffington Post. "As coisas que mais se destacam nas pesquisas são os paradoxos do ser criativo… Pessoas com imaginação aguçada tem mentes mais ‘bagunçadas’ ”.


Tópico Pessoas Criativas:



"Pessoas potencialmente criativas escolhem e podem se envolver de forma apaixonada em problemas desafiadores e arriscados que geram um forte sentimento a partir da habilidade de usarem seus talentos”, escrevem M.A. Collins e T.M. Amabile do livro: O guia da criatividade.


Tópico Pessoas Criativas:

Se existe uma coisa que distingue as pessoas altamente criativas das outras, é a habilidade de enxergar possibilidades onde outros não enxergam – ou, em outras palavras, ter visão. Muitos grandes artistas e escritores já disseram que a criatividade é simplesmente a habilidade de ligar os pontos que outros nunca pensariam em ligar.
Carolyn Gregoire


Tópico Conhecimento: 


"Todos gostamos de conversar com pessoas cultas, bem informadas sobre qualquer assunto".
Renato Alves

"Quanto mais você aprende, maior se torna seu poder de liderança e a capacidade de respostas rápidas".
Renato Alves



"Quem lê bastante tem a disposição um acervo mental de informações úteis para tomar decisões acertadas".
Renato Alves


Curso de memorização Método Renato Alves / Vídeo

Frases de Liderança 



Faz parte da personalidade do líder buscar permanentemente novos desafios. Pois a falta de liderança é o que pode provocar a inércia de pessoas, organizações e povos e, na ausência de mudanças, sucumbir.
 Carlos Roberto Sabbi 

Gerenciar não tem nenhuma relação com Liderar. A primeira exige técnicas, a segunda está baseada em caráter.


“Um grande líder não se destaca pela força, mas pela perseverança”


Aquele que olha de cima não possui liderança e nem sabedoria, pois o lider sábio olha de forma igual ou Faz-se igual.


Com prudência se faz um bom líder, pois em silêncio este se dispõe a servir.


Se um dia queres chegar a ser líder, comece a servir.


A liderança não é um pedestal, mas uma base.
A.D. 


Um líder, não é para impor autoridade, e sim para estimular seus discípulos.


Liderança é a capacidade contínua de construir relacionamentos duradouros.


Um grande líder pode até ter uma patente, mas uma patente jamais fará um grande líder. E um ditador é alguém que pensa que liderar é ser servido e não servir.


É próprio do chefe exigir obediência, mas, a humildade do líder conquista o respeito.


O certo é que todo empreendedor precisa de uma boa dose de autoestima para liderar.


Um líder deve ser aquele que planta a semente da mudança e não quem tenta mudar a força. Seria o mesmo que querer desentortar o galho de uma árvore ao invés de podar para um novo ramo crescer e este sim, cuidar para crescer de maneira ordenada.


"Não há pelotões fracos, apenas líderes fracos."


Um lider é um homem que precisa dos outros.


Liderar é uma escolha pessoal, não uma decisão organizacional!


A liderança participativa se faz através da boa comunicação.


Liderança não é a submissão dos outros, mas a qualidade moral e intelectiva que os atrai.

Liderar é mais um mar de espinhos do que rosas! 












Ken Robinson diz que as Escolas Acabam com a Criatividade

. . . Sir Ken Robinson defende de maneira divertida e profunda a criação de um sistema educacional que estimula (em vez de enfraquecer) a criatividade.
















Arquivo


Desenvolvimento Pessoal



Empreendedorismo


Ferramentas Úteis

Marketing e Vendas

Leitura Recomendada





Livro: Roube Como um Artista


Você não precisa ser um gênio, só precisa ser você mesmo. Essa é a mensagem de Austin Kleon, um jovem artista convicto de que a criatividade está em toda parte e é para todos. Baseado em uma palestra feita pelo autor na Universidade do Estado de Nova York que em pouco tempo se viralizou na internet, Roube como um artista é um manifesto ilustrado sobre como ser criativo na era digital. Nada é original, portanto entregue-se à influência. Eduque-se através do trabalho dos outros. Siga seus interesses para onde quer que eles possam levá-lo - o que hoje parece um hobby pode ser transformar no trabalho de sua vida. E esqueça o velho clichê de escrever sobre o que você conhece: escreva o livro que você quer ler, faça o filme que deseje assistir. Por fim, mantenha-se antenado, fique longe das dívidas e aceite o risco de ser chato em seu dia a dia, garantindo assim o espaço necessário para a ousadia, o improviso, a imaginação. A partir de princípios práticos e inspiradores, Roube como um artista coloca os leitores em contato direto com seu lado artístico. 





Nas universidades americanas é comum que se convidem grandes mestres para uma hipotética palestra de despedida cujo tema é 'que sabedoria você transmitiria ao mundo sabendo que é sua última oportunidade?'
Randy Pausch é um professor de Ciência de Computação na Carnegie Mellon University e sua 'última palestra' foi um dos mais comoventes acontecimentos do mundo acadêmico, pois tendo um câncer no pâncreas, ele está realmente próximo da morte. A palestra percorreu o mundo pela internet e o livro é um dos maiores lançamentos de toda a história editorial.


"As muralhas existem para deter aqueles que não querem realmente transpô-las".
Randy Pausch

Esse não é um livro comum, tá?
Esse é o livro sobre um cara que poderia ser comum. Mas ele resolveu ser um grande professor, pai e marido.
Randy Pausch foi um professor de Ciência da Computação, Interação homem-computador e Design na Carnegie Mellon University em Pittsburgh, EUA e é o autor de A Lição Final.
Ele ganhou fama com esse livro, baseado em uma palestra dada em 18 de setembro de 2007 na Carnegie Mellon University.
Em 2006, Randy foi diagnosticado com câncer pancreático, e então ele começou o tratamento (pesado).
Ele estava com 10 tumores no pâncreas!
Em agosto de 2007, o câncer havia se tornado terminal. Ele começou então um novo tratamento em quimioterapia para estender sua vida ao máximo. Segundo os médicos, ele teria mais 3 a 6 meses de vida.
O câncer foi se espalhando ainda mais e Randy foi piorando… Ele veio a falecer no dia 25 de julho de 2008.
As muralhas existem para deter aqueles que não querem realmente transpô-las.
Randy Pausch
Mas A Lição Final não fala sobre morte ou sobre câncer.
Fala sobre a vida e as coisas que realmente importam e devem ser valorizadas.
São as lições de Randy para a família. Sua mulher, Jai Pausch, e seus filhos: Dylan, Logan e Chloe.
São lições para todos nós!

O que é A Lição Final?

Esse livro não é de autoajuda.
É um relato de Randy sobre os momentos finais, uma retrospectiva.
Fala também sobre a preparação dele para a última lição (a palestra na Carnegie Mellon) e o que ele quer deixar de legado para os filhos, para que eles se lembrem do amor que ele tinha por eles.
É um livro sobre realizar seus sonhos, ser feliz e viver a vida ao máximo.
Randy sabia que ia morrer e seus filhos eram pequenos e iriam crescer sem ele ao lado.
Ele vinha preparando tudo para deixar as coisas menos piores para a família, mas então ele então teve a oportunidade de dar uma última palestra, uma última aula.
Ele escolheu essa palestra para deixar uma grande mensagem para os filhos, queria deixar algo que os fizesse lembrar do pai.
Se eu fosse pintor, teria pintado para eles. Se eu fosse músico, teria composto uma música. Mas como sou professor, dei uma aula.
Randy Pausch
E foi em um auditório lotado que ele fez isso. Ele falou sobre o que o torna um ser único.

As lições do livro:

Apesar de se chamar A Lição Final, esse livro tem várias lições que vão te fazer refletir.
Eu recomendo esse livro por vários motivos, mas além das lições eu vejo Randy como o tipo de pessoa que todo mundo deveria admirar.
Ao ler o livro você percebe o amor que ele tem pelos filhos e por Jai, o amor pela profissão, pelos familiares e pelos alunos.
Mais ainda… Ele ama ele mesmo e a vida.
Lições indispensáveis que você vai aprender com esse livro:
  • Tenha sonhos e objetivos;
  • Nenhum sonho é impossível;
  • Valorize o certo;
  • Incentive a criatividade (sua e de seus entes queridos);
  • Aprenda bem os fundamentos, senão as firulas não funcionam;
  • Orgulhe-se de seus feitos;
  • Liderança é uma habilidade fundamental;
  • Viva Cada dia. Viva intensamente os momentos atuais;
  • Não seja arrogante e ouça as pessoas;
  • Liberdade de expressão é importante;
  • Não se apegue a bens materiais;
  • Verdade;
  • Tempo é um bem valioso;
  • As verdadeiras funções de um professor
  • Ajude as pessoas a realizarem seus sonhos;
  • Pare de perder tempo e se estressar com coisas pequenas;
  • Sabia trabalhar em grupo;
  • Não se incomode com a opinião dos outros;
  • Aceite o fracasso;
  • Gratidão;
  • Seja leal;
  • Trabalhe duro;
  • Esteja sempre preparado;
  • Seja feliz e divirta-se apesar de tudo;
Obstáculos existem por algum motivo. Não estão ali para nos impedir de entrar. Eles existem para nos dar uma chance de mostrarmos a força de nossas aspirações.
Randy Pausch
Esse é um livro sobre sonhos.
Sobre como conduzir a vida.
Como você conduz a sua?
Se você tem filhos, é um livro essencial. Se você pretende ter um dia (como eu), a mesma coisa.
Fonte:  




Leia mais:















"Conte uma história, conecte sua tribo, lidere um movimento, faça a mudança." "[Godin] é um semideus da web, um autor best-seller, palestrante altamente requisitado, empreendedor de sucesso, especialista respeitado e blogueiro notório. Sua reputação se deve principalmente ao seu entendimento da internet." Seth Godin é autor de livros sobre marketing e empreendedorismo desde os anos 1990, além de blogueiro e palestrante mundo afora. Criador de uma das primeiras companhias de marketing online, cunhou conceitos adequados às atuais mídias e à era digital. 

Quantos blogueiros e autores podem se orgulhar de ter seu próprio action figure? Sua influência se estende aos meios de comunicação, ajudando a inaugurar uma visão sobre as novas formas de escolhas dos consumidores. O conceito de marketing de permissão, absolutamente contemporâneo, é um exemplo. Compreende que um meio de divulgação não invasivo, que respeite o espaço e o poder do consumidor, é muito mais efetivo atualmente. Com o fim da televisão e dos meios tradicionais de divulgação — ofuscados pela internet —, qual a melhor forma de atingir seu público? Segundo Seth, a melhor forma é criando um buzz sobre o produto. Algo que o torne memorável. Uma vez identificado o seu grupo, como liderá-lo e uni-lo? Em Tribos, Seth compartilha sua visão sobre como é o funcionamento interno desses grupos com ideais compartilhados. 

O processo de identificação e de união de seus membros é o que leva, afinal, à conclusão de que é necessário que haja uma liderança para que a tribo não perca força. Uma pessoa da tribo, uma pessoa que pode ser você. Este não é apenas um livro sobre liderança, tampouco um livro sobre marketing na era atual. É sobre acreditar e fazer acreditar.




John Maxwell, o maior treinador de líderes do mundo, traz uma mensagem para você e para o mundo dos negócios: Talento Não é Tudo. Se observarmos bem, perceberemos que ele está certo. Veja as manchetes dos jornais, estude o mercado de trabalho ou simplesmente saia de casa. Você verá que algumas pessoas de muito talento atingem todo o seu potencial, enquanto outras permanecem presas à mediocridade.


Mas afinal, o que seria determinante para estas pessoas alcançarem resultados tão antagônicos em suas carreiras? Maxwell insiste que as escolhas que as pessoas fazem, e não suas habilidades naturais, é que as impulsionam para as grandes realizações. Segundo ele, as pessoas bem-sucedidas sabem e aplicam 13 princípios que são fundamentais para o sucesso.


Enquanto houver pessoas no mundo haverá talento. Mas se isso bastasse, toda a gente atingiria o seu potencial. O que falta são as coisas de que as pessoas precisam além de talento. Muitos líderes do mundo dos negócios dão demasiada importância ao talento. O especialista em liderança de renome mundial John C. Maxwell defende que esta abordagem ao sucesso está errada. "Se o talento é suficiente, então como é possível que conheçamos pessoas muito talentosas que não são bem sucedidas? O tecido social está repleto de pessoas que poderiam ser melhores, pessoas muito promissoras mas que nunca atingem o seu potencial máximo. 

E depois há outras que, tal como Jefferson, Nameth, Churchill, Bono, Oprah e Dickens, passaram ao nível seguinte através do aumento e da maximização dos seus talentos e, assim, nesse processo, ajudaram a melhorar o mundo que nos rodeia. Maxwell acredita, em primeiro lugar, que tem talento e, em segundo lugar, que pode melhorar esse talento. Através dos exemplos motivadores de muitos que maximizaram o talento e de alguns que não o fizeram, ele partilha o segredo das treze escolhas chave que tem ao seu alcance a fim de se transformar numa pessoa com talento extra.

Tópico Talento e Responsabilidade:

"Se você estiver preparado hoje, é provável que não esteja fazendo reparos amanhã".

John C. Maxwell 
Portal Liderar é Possível








Resumo e Sinopse completa do livro aqui: 





Os 210 Livros sobre Liderança e Criatividade que não devem faltar na sua estante. 




























































































































































































































Portal Teologia & Missões

About Portal Teologia & Missões -

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Subscribe to this Blog via Email :