"AO CONTRÁRIO DE MUITOS, NÃO NEGOCIAMOS A PALAVRA DE DEUS VISANDO A ALGUM LUCRO; ANTES, EM CRISTO FALAMOS DIANTE DE DEUS COM SINCERIDADE, COMO HOMENS ENVIADOS POR DEUS". 2 Coríntios 2. 17



segunda-feira, 1 de junho de 2015

* Domingo da Igreja Perseguida (DIP)


O que é o DIP?

Domingo da Igreja Perseguida: cristãos brasileiros servindo cristãos perseguidos
Conscientizar a Igreja brasileira da perseguição aos cristãos é uma maneira de servir nossos irmãos e também de edificar os brasileiros em seu relacionamento pessoal com Deus

Uma celebração única, com milhares de pessoas estendendo-se do norte ao sul do Brasil em torno de um único propósito: servir cristãos perseguidos. Esse é objetivo do Domingo da Igreja Perseguida (DIP), realizado no Brasil desde 1988. 

Em pleno século 21, cerca de 100 milhões de cristãos enfrentam hostilidade e perseguição pelo simples fato de seguir a Cristo. Essa intolerância vem de várias fontes: governo, sociedade e até mesmo da família. Por causa de sua fé, esses irmãos enfrentam desde desemprego, exclusão da sociedade, expulsão do círculo familiar a interrogatórios, aprisionamentos, torturas e até mesmo a morte.

O evento, idealizado pelo Irmão André (fundador da Portas Abertas) em 1987, relembra a “fundação” da Igreja Perseguida: Atos 4 marca o início da perseguição aos cristãos logo após a descida do Espírito Santo (domingo de Pentecostes), com a prisão de Pedro e João.

Em 2014, em sua 26ª edição, 5.667 igrejas em todo o Brasil dedicaram o domingo 25 de maio para apresentar a causa da Igreja Perseguida e apoiá-la por meio de orações e ofertas. Além disso, o DIP também foi realizado nas igrejas em mais de onze países: Bolívia, Chile, Estados Unidos, Guiné Bissau, Uganda, Cabo Verde, Peru, Portugal, França, Alemanha e Japão.

Envolva-se! No domingo, 31 de maio de 2015, aproveite a liberdade que temos como Igreja brasileira e utilize-a no serviço aos nossos irmãos perseguidos. 


A Nigéria é o país mais populoso do continente africano e está entre os quatro Estados da África que mais oprimem os cristãos. Damaris é uma viúva que, no momento mais difícil de sua vida, depositou sua confiança e perseverança no Senhor. A história dela é semelhante a de centenas de cristãs nigerianas: por causa de sua fé, elas perdem seus maridos e precisam conviver com a dor da separação e do luto. Nós podemos confortá-las com a nossa oração. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

💪 Nós aprendemos com Jesus que a verdadeira masculinidade não é simplesmente manter nossos narizes limpos e nossa casa em ordem. A verdadeira masculinidade significa enxergar além de nós mesmos para amar nosso próximo – e nosso próximo é qualquer um que encontramos em necessidade. O homem de verdade livremente doa seu tempo, recursos, atenção, energia e apoio emocional para aqueles que precisam, sem se preocupar em como eles podem retribuir. Seja você casado ou solteiro, se você não está servindo ao seu próximo abnegadamente e sacrificialmente, você não está exercendo completamente a masculinidade bíblica.

Phillip Holmes



Postagens populares

.

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!
Você deseja honrar o corpo de Cristo? Não o ignore quando ele está nu. Não o homenageie no templo vestido com seda quando o negligencia do lado de fora, onde ele está malvestido e passando frio. Ele que disse "Este é o meu corpo" é o mesmo que diz "Tu me vistes faminto e não me destes comida" e «quantas vezes o fizestes a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim o fizestes» (Mateus 25:40)... Que importa se a mesa eucarística está lotada de cálices de ouro quando seu irmão está morrendo de fome? Comeces satisfazendo a fome dele e, depois, com o que sobrar, poderás adornar também o altar.

João Crisóstomo, Comentário sobre Mateus

♛ Uma das características mais recorrentes das homilias de João Crisóstomo (347-407) é sua ênfase no cuidado com os necessitados. Ecoando temas do Evangelho de Mateus, ele exorta os ricos a abandonarem o materialismo para ajudar os pobres, empregando todas as suas habilidades retóricas para envergonhar os ricos e obrigá-los a abandonar o consumismo mais conspícuo:


“Honras de tal forma teus excrementos a ponto de recebê-los em vasilhas de prata quando outro homem criado à imagem de Deus está morrendo de frio?”


— João Crisóstomo


-

OREM PELOS CRISTÃOS

OREM PELOS CRISTÃOS