"AO CONTRÁRIO DE MUITOS, NÃO NEGOCIAMOS A PALAVRA DE DEUS VISANDO A ALGUM LUCRO; ANTES, EM CRISTO FALAMOS DIANTE DE DEUS COM SINCERIDADE, COMO HOMENS ENVIADOS POR DEUS". 2 Coríntios 2. 17



sábado, 1 de junho de 2013

*O Que é o Trinitarianismo? Definição

O QUE É O TRINITARIANISMO? É O TRINITARIANISMO BÍBLICO?

Pergunta: "O que é o Trinitarianismo? É o Trinitarianismo bíblico?"

Resposta: Trinitarianismo é o ensino de que Deus é triúno, que Ele tem Se revelado em três Pessoas co-iguais e co-eternas. Para uma apresentação bíblica e detalhada da Trindade, por favor leia nosso artigo sobre o que a Bíblia ensina sobre a Trindade. O propósito desse artigo é apenas discutir a importância do Trinitarianismo em relação à salvação e vida Cristã.

Frequentemente recebemos a pergunta: "tenho que acreditar na Trindade para ser salvo?" A resposta é – sim e não. Tem uma pessoa que compreender totalmente e concordar com todos os aspectos do Trinitarianismo para ser salvo? Não. Há certos aspectos do Trinitarianismo que fazem um papel importante em salvação? Sim. Por exemplo, a divindade de Cristo é de importância crucial à doutrina da salvação. Se Jesus não fosse Deus, Sua morte não poderia ter pago a penalidade infinita do pecado. Só Deus é infinito – Ele não teve um começo e não tem um fim. Todas as outras criaturas, incluindo os anjos, são finitos – eles são todos seres criados. Apenas a morte de um Ser infinito poderia expiar pelo pecado da humanidade por toda a eternidade. Se Jesus não fosse Deus, Ele não poderia ser o Salvador, o Messias, o Cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo (João 1:29). Uma opinião não bíblica da natureza divina de Jesus resulta em uma opinião errada sobre salvação. Toda seita "Cristã" que nega a divindade verdadeira de Cristo também ensina que precisamos adicionar nossas obras à morte de Cristo para podermos ser salvos. A verdadeira e completa divindade de Cristo, um aspecto do Trinitarianismo, refuta esse conceito.

Ao mesmo tempo, reconhecemos que há seguidores genuínos de Jesus Cristo que não defendem o Trinitarianismo por completo. Enquanto rejeitamos Modalismo, não negamos que uma pessoa pode ser salva e acreditar que Deus não é três Pessoas, mas simplesmente Se revelou de três “modos”. A Trindade é um mistério que nenhum ser humano finito pode completamente e perfeitamente compreender. Para salvação ser recebida, Deus exige que confiemos em Jesus Cristo, Deus encarnado, como Salvador. Para salvação ser recebida, Deus não exige aderência completa a todo preceito de teologia Bíblica como a Bíblia ensina. Não, entendimento completo e concordar completamente com todos os aspectos do Trinitarianismo não são necessários para salvação.

Defendemos fortemente que Trinitarianismo é um doutrina baseada no que a Bíblia ensina. Proclamamos de forma dogmática que compreender e acreditar no Trinitarianismo bíblico é crucialmente importante para a compreensão de Deus, salvação, e o trabalho contínuo de Deus na vida dos seguidores de Cristo. Ao mesmo tempo, têm existido homens que amam a Deus, seguidores genuínos de Jesus Cristo, que têm tido certos desacordos com aspectos do Trinitarianismo. É importante lembrar que não somos salvos por ter uma doutrina perfeita. Somos salvos ao confiar no nosso perfeito Salvador (João 3:16). Temos que acreditar em certos aspectos do Trinitarianismo para sermos salvos? Sim! Temos que concordar totalmente com todas as áreas do Trinitarianismo para sermos salvos? Não!


Leia mais:http://www.gotquestions.org/Portugues

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E SE FOSSE VOCÊ?

E SE FOSSE VOCÊ?

Postagens populares

.

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!
Você deseja honrar o corpo de Cristo? Não o ignore quando ele está nu. Não o homenageie no templo vestido com seda quando o negligencia do lado de fora, onde ele está malvestido e passando frio. Ele que disse "Este é o meu corpo" é o mesmo que diz "Tu me vistes faminto e não me destes comida" e «quantas vezes o fizestes a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim o fizestes» (Mateus 25:40)... Que importa se a mesa eucarística está lotada de cálices de ouro quando seu irmão está morrendo de fome? Comeces satisfazendo a fome dele e, depois, com o que sobrar, poderás adornar também o altar.

João Crisóstomo, Comentário sobre Mateus

♛ Uma das características mais recorrentes das homilias de João Crisóstomo (347-407) é sua ênfase no cuidado com os necessitados. Ecoando temas do Evangelho de Mateus, ele exorta os ricos a abandonarem o materialismo para ajudar os pobres, empregando todas as suas habilidades retóricas para envergonhar os ricos e obrigá-los a abandonar o consumismo mais conspícuo:


“Honras de tal forma teus excrementos a ponto de recebê-los em vasilhas de prata quando outro homem criado à imagem de Deus está morrendo de frio?”


— João Crisóstomo