"AO CONTRÁRIO DE MUITOS, NÃO NEGOCIAMOS A PALAVRA DE DEUS VISANDO A ALGUM LUCRO; ANTES, EM CRISTO FALAMOS DIANTE DE DEUS COM SINCERIDADE, COMO HOMENS ENVIADOS POR DEUS". 2 Coríntios 2. 17



terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

*O Martírio de Anneken Hendriks /1571

Anneken Hendriks (também chamada Anna ou Anneke Heyndriksdochter de Vlaster) foi uma dona de casa natural, Friesland , anabatista desde 1552 .
Em outubro de 1571 , quando ele tinha 53 anos, foi traído em Amsterdam por um vizinho, interrogados, torturados (para tentar obter o nome de outros menonitas ) e condenado à morte.
A execução ocorreu em 10 de novembro e ordenou o carrasco para encher a boca com pólvora, amarrá-la a uma escada e jogá-lo para um leito de brasas.
Anneken Hendriks era uma mulher de Amsterdã, nos Países Baixos. Tinha 53 anos e era casada. Não pôde ler nem escrever.

 Quando os católicos a prenderam, torturaram-na severamente para que lhes dissesse os nomes de outros crentes na cidade. Mas Anneken não lhes disse nada. Por causa disto os católicos a amarraram numa escada. Encheram-lhe a boca com pólvora, e assim a lançaram no fogo para queimá-la viva. Isto ocorreu em 10 de novembro de 1571, na praça principal de Amsterdã.
 “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim” (Gálatas 2:20).


2 comentários:

  1. Ela foi muito corajosa. Encarou a crueldade da igreja católica desse periodo. Mas não podemos esquecer que as igrejas protestantes, chamadas evangélicas, também praticaram torturas e exterminios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso Daniel Amaral, tanto que a maioria dos Anabatistas assim como ela, se diferenciavam dos Romanos e dos Protestantes, e foram de forma cruel perseguidos por eles... Que Deus te abençoe

      Excluir

💪 Nós aprendemos com Jesus que a verdadeira masculinidade não é simplesmente manter nossos narizes limpos e nossa casa em ordem. A verdadeira masculinidade significa enxergar além de nós mesmos para amar nosso próximo – e nosso próximo é qualquer um que encontramos em necessidade. O homem de verdade livremente doa seu tempo, recursos, atenção, energia e apoio emocional para aqueles que precisam, sem se preocupar em como eles podem retribuir. Seja você casado ou solteiro, se você não está servindo ao seu próximo abnegadamente e sacrificialmente, você não está exercendo completamente a masculinidade bíblica.

Phillip Holmes



Postagens populares

.

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!
Você deseja honrar o corpo de Cristo? Não o ignore quando ele está nu. Não o homenageie no templo vestido com seda quando o negligencia do lado de fora, onde ele está malvestido e passando frio. Ele que disse "Este é o meu corpo" é o mesmo que diz "Tu me vistes faminto e não me destes comida" e «quantas vezes o fizestes a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim o fizestes» (Mateus 25:40)... Que importa se a mesa eucarística está lotada de cálices de ouro quando seu irmão está morrendo de fome? Comeces satisfazendo a fome dele e, depois, com o que sobrar, poderás adornar também o altar.

João Crisóstomo, Comentário sobre Mateus

♛ Uma das características mais recorrentes das homilias de João Crisóstomo (347-407) é sua ênfase no cuidado com os necessitados. Ecoando temas do Evangelho de Mateus, ele exorta os ricos a abandonarem o materialismo para ajudar os pobres, empregando todas as suas habilidades retóricas para envergonhar os ricos e obrigá-los a abandonar o consumismo mais conspícuo:


“Honras de tal forma teus excrementos a ponto de recebê-los em vasilhas de prata quando outro homem criado à imagem de Deus está morrendo de frio?”


— João Crisóstomo


-

OREM PELOS CRISTÃOS

OREM PELOS CRISTÃOS