"AO CONTRÁRIO DE MUITOS, NÃO NEGOCIAMOS A PALAVRA DE DEUS VISANDO A ALGUM LUCRO; ANTES, EM CRISTO FALAMOS DIANTE DE DEUS COM SINCERIDADE, COMO HOMENS ENVIADOS POR DEUS". 2 Coríntios 2. 17



sábado, 17 de novembro de 2012

*Derrotando Um Inimigo Chamado Mediocridade / John Mason

É impossível percorrer a estrada do sucesso sem trocar um ou dois pneus furados!

    Paul Galvin, aos trinta e três anos, já fracassara duas vezes nos negócios. Ele participou de um leilão público do estoque de sua própria loja de baterias. Com os setecentos e cinqüenta dólares que lhe restavam, readquiriu o lote de dispositivos eliminadores de bateria. Essa parte de seu negócio veio a ser denominada Motorola. Quando se aposentou na década de 1960, recomendou: “Não tenha receio de errar. Todos experimentam o fracasso. Insista sempre.” 

George Bernard Shaw refletiu: “Uma vida passada em meio a erros é mais útil do que uma vida improdutiva.” Esperar que a vida se encaixe com perfeição em suas próprias especificações é viver em eterna frustração. Quando cometer erros, aprenda com eles em vez de repeti-los. 

 David McNally ponderou: 
“A vida permeada de erros é muito mais rica, mais interessante e mais estimulante do que a que jamais correu qualquer risco ou assumiu uma firme posição diante de algo.” 
Qual é a diferença entre os campeões e as pessoas medianas? Tom Hopkins nos diz: “A mais importante e singular diferença entre os campeões e as pessoas medianas é a habilidade dos primeiros em lidar com a rejeição e o fracasso.” Observe o que afirma S. I. Hayakawa: “Note a diferença entre um homem que diz: ‘Fracassei três vezes’ e o que diz: ‘Eu sou um fracasso.’” O fracasso é uma situação, nunca uma pessoa. Os erros são sempre os melhores professores. Na Bíblia, o livro de Eclesiastes aconselha: “Quando os dias forem bons, aproveite- os bem; mas, quando forem ruins, reflita” (7:14). 

Oswald Avery aconselha: “Sempre que cair, apanhe alguma coisa”. Quem inventou o apagador conhecia muito bem a raça humana. Quem jamais comete erros não realiza nada durante toda a sua vida. É verdade: você pode lucrar com os seus erros; e exatamente por isso estou convencido de que ficarei milionário. O fracasso não é apenas cair, e sim permanecer no chão. Seja como o profeta Jonas, que provou que não se pode manter um bom homem caído. Lembre-se de que tropeçar não é cair. Na verdade, um tropeção pode evitar uma queda. 

No livro de Provérbios, lemos: “Pois ainda que o justo caia sete vezes, ele tornará a erguer-se” (24:16). Herman Melville escreveu: “Quem jamais caiu em momento algum não pode ser grande coisa.” A pessoa que nunca comete erros recebe ordens de alguém que erra e vive em função de quem erra. William Ward comentou: “O fracasso é um atraso, mas não a derrota; é um desvio temporário, mas não uma rua sem saída.” 

O inventor Thomas Edison, um homem que nunca é lembrado por seus fracassos mas somente por seus sucessos, expressou: “As pessoas não são lembradas pelas poucas vezes em que falharam, mas por todas aquelas em que obtiveram sucesso.” Todo passo errado, pode ser mais um passo adiante. “Assegure seu direito a cometer alguns erros. Se as pessoas não conseguem suportar a sua imperfeição, isso é uma falha delas”, proferiu David Burns. 

 Louis Boone sugeriu: “Não tenha tanto receio de fracassar a ponto de permitir que isso o impeça de experimentar coisas novas. A pior síntese da vida começa com três descrições: podia ter, era capaz de ter e devia ter.” Robert Schüller escreveu: “Olhe para o que deixou, e nunca para o que perdeu.” Quando aprendemos com os erros, eles são muito valiosos. Cultive essa atitude e jamais terá vergonha de experimentar. Escave as pedras preciosas ocultas em seus erros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

500 ANOS DA REFORMA

500 ANOS DA REFORMA

Postagens populares

.

E SE FOSSE VOCÊ?

E SE FOSSE VOCÊ?

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!
Você deseja honrar o corpo de Cristo? Não o ignore quando ele está nu. Não o homenageie no templo vestido com seda quando o negligencia do lado de fora, onde ele está malvestido e passando frio. Ele que disse "Este é o meu corpo" é o mesmo que diz "Tu me vistes faminto e não me destes comida" e «quantas vezes o fizestes a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim o fizestes» (Mateus 25:40)... Que importa se a mesa eucarística está lotada de cálices de ouro quando seu irmão está morrendo de fome? Comeces satisfazendo a fome dele e, depois, com o que sobrar, poderás adornar também o altar.

João Crisóstomo, Comentário sobre Mateus

♛ Uma das características mais recorrentes das homilias de João Crisóstomo (347-407) é sua ênfase no cuidado com os necessitados. Ecoando temas do Evangelho de Mateus, ele exorta os ricos a abandonarem o materialismo para ajudar os pobres, empregando todas as suas habilidades retóricas para envergonhar os ricos e obrigá-los a abandonar o consumismo mais conspícuo:


“Honras de tal forma teus excrementos a ponto de recebê-los em vasilhas de prata quando outro homem criado à imagem de Deus está morrendo de frio?”


— João Crisóstomo